Técnica do chute em provas de concursos

Multiple Choice Test

Conheça como você pode passar em concursos públicos aplicando a técnica do “chute”!

A técnica do chute para as provas de concursos não é um método aleatório, sem lógica ou simplesmente não saber a resposta que se pede na questão. É um procedimento avaliativo, de probabilidades reais e que desvendam inteligentemente o que está escondido nas entrelinhas do enunciado.

Então, é importante que você conheça como essa técnica do chute em provas de concursos funciona para que possa aplicá-la. Ela vai apenas te orientar e ajudar na escolha da alternativa, ou seja, não deve ser a base do seu estudo e aprendizagem.

Isso significa que não deve abrir mão de estudar os conteúdos exigíveis no edital. Você precisa estudar sim com garra, dedicação e usar essa técnica do chute apenas como uma carta na manga, como um grande suporte!

A verdade é que muitos que já a experimentaram revelam que foram decisivas naquelas questões em que causaram dúvida em assinalar a resposta correta. Por isso, é fundamental aprendê-la, ok?

Aproveitando gostaríamos de convidar você a conhecer a nossa categoria de Dicas para ser aprovado, o qual aprenderá várias estratégias para fazer uma ótima prova! Por isso, leia com atenção e aplique em sua rotina!

Porque vale a pena aprender a técnica do chute?

Muitos candidatos resistem com a ideia de aprender a técnica do chute por pensar que é injusto ou que gera preguiça em estudar. Surge aquele pensamento: “Ahh, chute é para quem não estuda, não se esforça e quer facilidade para passar e, por isso, se a utilizar nunca será aprovado. Isso é ilusão”.

No entanto, não é bem assim que ela assegura. É uma questão de inteligência ou de descobrir a sutileza que a banca avaliativa usa para preparar as provas de concursos. Sendo assim, é totalmente admissível aplicá-la para obter a chance de aprovação.

Muitas vezes, a resposta está implícita no enunciado, mas o candidato não consegue interpretar e muito menos compreender. O que a técnica do chute faz é justamente abrir mais os olhos no momento da leitura até que encontre a resposta mais coerente, lógica, provável e que está perto de ser a correta.

Então, há pelo menos 5 razões pelas quais vale a pena aprender e aplicar essa técnica, eis abaixo:

1 – Permite enxergar as duas nuances: uma é o conhecimento tradicional (aqueles estudos que você faz das matérias) e a outra é o próprio chute. Caso esteja com dúvida ou não saiba tal questão, poderá aplicar, sem receio, a técnica.

2 – É funcional e motivador.

3 – Enquanto um enunciado confunde a maioria dos candidatos, quem aplica o chute consegue se dar melhor nas provas por conhecer como essas questões funcionam. Não há mistério, há um estudo minucioso sobre a elaboração dessas provas de concursos.

4 – Se estuda o sistema anti chute, logo é combatido mediante uso dessa técnica!

5 – Estará mais preparado para enfrentar o concurso público comparando com o candidato que não aprendeu essa técnica do chute.

Como lido, essas 5 razões podem ser o diferencial em sua aprovação. Descartar essa possibilidade é ignorar a sua grande chance de ser aprovado em um concurso. Por isso, esteja aberto a aprender como funciona para poder aplicar com segurança no dia da prova.

Veja a seguir como se desenvolve e as dicas dessa técnica do chute que tem colaborado para que milhões de pessoas possam conseguir uma boa classificação e, se Deus quiser, a tão sonhada aprovação.

“Não dependa da sorte nem da probabilidade — estude para saber a resposta certa”

–  William Douglas.

Técnica do chute em provas de concursos

Uma das dicas mais eficazes que você pode aplicar ao decidir seguir a vida como servidor público é estudar com prazer, com entusiasmo para o concurso público! Um candidato que adquire gosto pela leitura, pelos estudos, sem dúvida, possuirá maior retenção ao que aprendeu porque o cérebro se dispôs a isso.

A mesma coisa acontece com a técnica do chute. Você precisa criar gosto em aprender não apenas essa técnica, retirando os rótulos e preconceitos acerca desse assunto, como também qualquer estratégia que possa atrelar para alcançar a aprovação em concurso público. Tudo pode ser válido e enriquecedor para atingir o seu objetivo!

Dicas da técnica do chute!

1 – Eliminação

A eliminação é muito eficaz porque permite descartar possibilidades improváveis. Com o seu uso, o candidato avaliará cada resposta e eliminará aquela mais absurda, sem lógica, sem sentido chegando na resposta correta com muito mais facilidade. É como se fosse um funil.

Quando você tem uma visão ampla disso, pode conseguir chegar ao alvo. Por isso, leia todas as alternativas, elimine aquelas que você compreendeu que nada tem a ver com o enunciado e se prepare para buscar a que mais está próxima da resposta certa.

Certamente, haverá duas questões semelhantes, o que deverá contar agora com o conhecimento adquirido e o bom senso da sua parte!

2 – Palavras superficiais ou generalizações

Quando uma questão apresenta alternativas superficiais, sem muito aprofundamento e que possuem algumas generalizações, provavelmente, não é a questão correta.

Caso você encontre palavras como jamais, nunca, sempre, todos, ninguém, obrigatoriamente, apenas, incondicional, somente, em hipótese alguma, completamente, além de outras derivadas a essas, fique atento!

A banca cria perguntas com respostas muito específicas, por isso, dificilmente colocaria palavras desse porte. Então, cuidado quando você encontrar questões nesse estilo, pois você pode ser pego pela sutileza de demonstrar algumas dessas palavras. Procure a resposta que não contenha nenhuma delas.

As palavras como geralmente e alguns podem ser quase sempre verdadeiras, de acordo com a instrução do Inep.

3 – Letra A – Tenha cautela!

Muitos examinadores da banca não costumam entregar logo a resposta correta na letra A. Claro que isso não é uma regra de que toda letra A seja a alternativa errada. No entanto, fique mais atento na hora de escolher o que você pensa ser a certa.

Dê uma conferida, leia e releia, verifique se é uma resposta muito absurda, fora de sentido ou que é bem parecido com uma outra letra. Fique atento e não pense que toda letra A é a errada e, por isso, não venha a marcar. Como dito antes, verifique e analise para tomar a melhor decisão.

4 – Respostas muito longas

Uma das atribuições que a banca faz é colocar itens com frases longas como sendo a mais correta. Então, ao avaliar o seu conhecimento adquirido devido aos estudos até a execução da prova observe e atente para esse tipo de resposta, pois pode ser a certa.

É óbvio que nem todas as questões apresentadas com respostas longas sejam todas correta. É uma questão de bom senso. Pode ser 1 entre várias ou a maioria correta incluindo essas frases longas. Portanto, fique somente mais cauteloso ao se deparar com uma resposta nesse perfil.

5 – Politicamente correto

Uma característica marcante que pode definir como alternativa correta é quando traz aquele famoso conceito do politicamente correto. Certamente, a resposta certa provém dessa abordagem dando diretrizes como se fosse um manual a ser seguido, de maneira bem coerente, usando constantemente o bom senso e a ética.

Por essa razão, fique atento quando aparecer uma questão com respostas nesse modelo. A tendência é que a leitura seja bem fluída, certinha, seguindo como um roteiro bem elaborado. Para essas perguntas, a resposta pode ser o politicamente correto.

6 – Conceitos absolutos

Dificilmente uma resposta proveniente de um conceito absoluto será a correta. Nenhuma questão dá ênfase a esse tipo de afirmação muito fixa, taxativa nas respostas. Os elaboradores tomam bastante cuidado em evitar esses conceitos absolutos, pois são muitos difíceis para criar.

E há ainda outra questão: fica muito na cara colocar uma resposta absoluta, pois logo os candidatos terão a certeza de ser assinalá-a. Portanto, quando encontrar esse tipo de prova, saiba que provavelmente é um item errado.

Uma maneira de verificar respostas certas dentro dessa técnica de chute é observar se aparece as seguintes palavras e frases: Em geral, Pode ser, Salvo, A princípio, Em regra…etc. Todas elas apresentam conectores inclusivos que deixa a alternativa ser caracterizada como correta, porém, sem permitir que demonstre taxativa.

7 – Proporcionalidade

Essa técnica do chute é adotada pela maioria das bancas, principalmente, a CESPE/UNB. Como as provas são apenas para assinalar como CERTA e ERRADA, ou seja, existe somente duas alternativas, você deve escolher uma ou outra. Sendo assim, é interessante verificar a proporcionalidade de suas marcações.

Normalmente, as questões com respostas certas e erradas são proporcionais, ou seja, tendem a se igualar nas respostas. Por exemplo, imagine que há 60 itens, então poderia dividir entre as alternativas, 30 como certas e 30 como erradas.

Pode até mesmo haver pouca diferença, mas a lógica é que haja essa proporção e não algo desproporcional ou desigual. Fique esperto e tenha uma visão do todo em suas respostas.

8 – Semelhanças

Outro fator preponderante para saber a resposta certa da questão na prova de concurso público é a semelhança entre os itens. A banca examinadora faz essa abordagem propositadamente, pois o seu objetivo é confundir o menos preparado.

Mas como você é um bom estudante, adquiriu conhecimento das matérias e se preparou com afinco, saberá enxergar essa diferença apenas ao olhar para as alternativas. Se você aprendeu aqui as técnicas do chute, vai tirar de letra!

Observe um exemplo em uma prova de matemática em concurso público:

a) 6, 2

b) 8,2

c) 3,2

d) 6,3

e) 6,1

Perceba que o número 6 aparece nas letras a), d) e e). O elaborador da prova saberá que você chegará a esse número, por isso, nada mais justo que confundir acrescentando o mesmo número nas outras alternativas. Esse tipo de situação ocorre constantemente nas provas de concursos públicos. Talvez, você já até tenha notado, não é mesmo?

Pois bem, observe também que os números finais como o 2 também aparece repetidas vezes, ou seja, em três respostas que são a), b) e c). Logo, se você juntar as semelhanças e repetições de números chegará na resposta correta que, nesse caso, seria a letra a).

Mas isso é regra? Obviamente que não. É apenas uma análise e sutileza que você deve notar nas questões com esse tipo de resposta. E claro que você irá aliar esse método de identificação com os seus conhecimentos adquiridos. É somente uma situação pela qual deve ficar atento e em alerta!

Você descobriu 8 tipos de técnica de chute que pode levar para buscar pela resposta correta. Esperamos que estude cada um deles e aplique em sua prova de concurso público. Notar essas estratégias que a banca avaliativa faz é de suma importância e constata que não adianta tanto estudar, estudar as matérias.

O grande segredo é perceber a lógica e a coerência nas respostas. Muitas vezes, abitolados com os conteúdos na cabeça deixamos de notar isso tão facilmente. No entanto com a prática, pode ser possível se familiarizar mais e enxergar o que a maioria nem sequer buscar ver.

Uma das formas de praticar é estudando as questões de provas anteriores do concurso que pretende fazer. Baixe em seu computador ou celular e comece a estudar e fazer esses exercícios.

Queremos que você também conheça o nosso portal de conteúdos para os estudos do ENEM. Caso você vá fazer uma prova como o ENEM, não deixe de conhecer o nosso Blog Gênio do Enem e leia os conteúdos que oferecemos para a sua melhor preparação.

Agora, apresentamos um curso excelente para você! Ele é chamado e conhecido no Brasil inteiro como o Curso Gênio da Matemática, onde é totalmente voltado para quem está estudando o concurso e deseja boa nota na matéria de matemática.

Por isso, vale a pena conhecer e adquirir, caso seja essa a sua maior dificuldade e quer aprender, de fato, os assuntos e tópicos mais pedido em exames.

O que o curso Gênio da Matemática me oferece?

  • Mais de 300 Vídeos Aulas em HD+
  • Centenas de Exercícios em PDF
  • Gabarito e Resoluções dos Exercícios
  • Resumo da Teoria de Cada Área de Ensino
  • Simulados Por Conteúdo Com Correções Comentadas
  • Acompanhe Sua Evolução em Tempo Real
  • Teste Sua Preparação Com Um Simulado Cronometrado
  • Plataforma especializada para EAD

Você conferiu como esse curso pode ser benéfico em sua preparação para o concurso Banco do Brasil, não é mesmo? E, além de tudo isso, há os bônus de presente para que se qualifique mais ainda.

Para você obter tudo isso e muito mais materiais de estudo, o curso Gênio da Matemática está te oferecendo por um preço bastante acessível!

Por apenas R$ 38,00 parcelado em 12x ou R$390,00 à vista, você estudará com um dos melhores cursos de maior aprovação em concursos públicos, vestibulares e o ENEM. Adquira já clicando Curso do Gênio da Matemática!

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.